Geral - Pressão Alta: O mal não tão silencioso?

por Master
320 views
02/08/2010

(este artigo foi escrito em 2010 e melhorado em 2013 e 2014)

Em 2010 tive uma surpresa: minha pressão era alta - altíssima na verdade. No entanto, devido à vários sinais (e minha certa hipocondria), eu percebi que algo estava errado, medi minha pressão em uma farmácia e eventualmente pesquisei sobre o assunto e fui a um cardiologista, provavelmente salvando minha vida (ou melhor, aumentando consideravelmente minha estimativa de vida). O que eu notei de diferente, o que é normal em relação à pressão arterial, e como controlá-la? Confira aqui e proteja-se também. Esta versão deste artigo foi reescrita de forma mais direta devido ao alto tráfego de visitantes, mas você pode conferir também a versão antiga no final.

Pressão Arterial - o normal, e o anormal.

Pressão Arterial é a pressão com que o sangue circula dentro de suas veias. Como em uma panela de pressão, se esta pressão começar a subir demais, as veias e artérias não dão conta e começam a se romper. Pior, órgãos que trabalham diretamente com o sangue, como coração e rins, sofrem um tremendo stress e são prejudicados. 

Pressão Arterial Média

A pressão é medida em dois valores: Sístole e Diástole. Sistole (o maior valor) é a pressão quando seu coração bate, impulsionando o sangue pelo corpo (por isso é a maior), e diástole é a pressão logo antes disso, quando o coração esta se enchendo, e portanto a pressão é a menor. Muita gente acha que o maior valor, a Sístole, é o único valor importante, pois ele que representa a maior pressão, mas a verdade é o contrário: seu corpo está preparado para estes picos, o que ele não está preparando é a pressão continuar alta sem parar, ou seja, a Diástole alta é muito mais grave. Pressão baixa raramente é um problema, pois não causa dano em nenhum órgão ou artéria, e o máximo que geralmente acontece são incômodos onde a pessoa pode desmaiar, pode ficar com os membros facilmente dormentes (falta de sangue), ou ficar tonta se levantar rápido (falta de sangue no cérebro). Geralmente pressão baixa só é monitorada e preocupante em crianças ou idosos, pois a pressão pode cair tanto que a pessoa tem uma parada cardíaca. Muito antes disso acontecer, se você não for um bebê, os problemas citados vão o levar a um médico e verificar porque da pressão baixa, então não existe alarmismo para pressão baixa ... já para alta, existe, e muito: 50% das mortes mundiais são atribuídas direta ou indiretamente a pressão alta!

A pressão ideal é 12/8 (abreviação de 120mmHg/80mmHg, o primeiro valor é a sístole). Esta é a pressão desejada para um adulto saudável em repouso. A pressão varia no seu dia a dia, conforme você descansa ou faz exercícios, então não é nada anormal tirar a pressão logo depois de um exercício e se deparar com valores como 20/10; ou acordar de um agradável sono para um 10/6. O que importa é a média diária. Um bom horário para se medir a pressão é depois de acordar, pois a pressão em repouso é a base para todas as avaliações  Para uma avaliação mais séria, o ideal é medir várias vezes por dia. 

Até 13/9 você é considerado ainda pré-hipertenso, e geralmente não necessita atenção. Até 14/10 já é hipertenso, e vale avaliação com um médico. Acima de 14/10 é hipertensão 2 (as vezes chamada "hipertensão mórbida", porque ela é realmente grave), e exige cuidados imediatos (lembre-se, isto a média... se você tirar a pressão só uma vez e der mais alto, não é alarme. Se tirar várias, principalmente em repouso, e der tais valores, ai sim é preocupante). Vale lembrar que apesar da pressão normal manter mais ou menos 40mmHg entre a sístole e diástole (ou seja, 11/7, 12/8, 13/9), isto também varia: a pressão "preocupante" deve ser a maior, ou seja, 12/10 é preocupante pois a diástole (segundo valor) está alto, enquanto que 13/7 não é tão preocupante pois a diástole está baixa. Também vale atentar nesta diferença, algo acima de 50mmHg entre elas pode ser sinal de problema, e uma diferença muito pequena também. Enfim, o alvo: sístole 12, nunca acima ou igual à de 14. Diástole 8, nunca acima ou igual a 10, e a diferença entre ambos deve ser entre 3 e 5 (lembre-se, estamos abreviando e tirando um "zero", os valores reais são 120/80, 130/90 etc)

Sinais que algo esta errado.

Pressão Alta é um mal silencioso, e isto é uma das maiores razões da altíssima mortalidade: muita gente nem sabe que tem pressão alta, não trata, e eventualmente tem um problema causado pela pressão que deve ser tratado antes de ser avaliada a causa (raro achar) da pressão alta. 80% das pessoas tem a chamada "pressão alta essencial", que é um modo elegante de dizer "não sabemos porque você tem pressão alta", os demais 20% costumam ter uma causa, que é tratada e normaliza a pressão. Justamente os 80% com pressão alta essencial - como eu - vão passar o resto da vida tomando medicamento para manter a pressão normal. Mas isto é melhor do que ficar no grupo de risco e morrer mais cedo.

Mas a pressão alta é silenciosa, não totalmente muda. Confira alguns sinais de pressão alta:

+ Ao levantar, no susto ou o que seja, você não fica tonto. O normal é que uma pessoa em repouso, se levantar rápido, tenha uma leve tontura até a pressão regular;

+ Dores de cabeça sem razão aparente, geralmente focando atrás dos olhos;

+Cheiro de sangue no nariz (na literatura, diz-se "cheiro de queimado"), acontece porque os capilares nasais são tão finos que o "cheiro" do sangue é detectado; Não raro, acompanhado de sangramento nasal quando você faz algum exercício (ou seja, pressão ainda mais alta).

+ "Tiques-nervosos" no ritmo do batimento cardíaco em locais estranhos: lateral da cabeça, olhos, nariz (também podem ser sinal de stress ... que aumenta a pressão também);

+ Sensação estranha de "tontura" sem razão, e não relacionado a levantar rápido, dificuldade de se concentrar nestas horas (parece baixa-pressão, mas na verdade é a "confusão" causada pela pressão nos nervos);

+ Você se esqueceu o que é ter um "membro dormindo" ou "formigando". Pessoas com pressão normal (mais ainda se tem pressão baixa) as vezes acordam com uma perna dormente, ou um braço dormente, devido à posição em que estão prejudicar a circulação de sangue. Esta é a sensação de falta de sangue no membro afetado. Quem tem pressão alta raramente tem isso.

+ Ao acordar, você não sente "aquela" necessidade de se espreguiçar todo, e se faz, não é "tão" agradável. Pessoas com pressão normal se espreguiçam quase inconscientemente ao acordar pois é a forma do corpo esticar os membros e facilitar o sangue circular melhor nesta etapa de "acordar" (tanto que é assim que você resolve um braço/perna dormente). Quem tem pressão alta não sente esta vontade, pois o corpo não detecta a necessidade de melhorar a circulação.

Medindo sua pressão

Desconfiado ou não, só medindo sua pressão regularmente por alguns dias para ter certeza do que está acontecendo. Só uma vez, ou só no médico, não vai resolver. É comum, inclusive, que o médico recomende um exame onde você fica com um monitor de pressão 24h para avaliar a pressão o dia todo (é muito chato, melhor você fazer esta avaliação antes de ir no médico).

Para tal, você precisa só de uma de duas coisas: acesso fácil a um medidor de pressão (farmácia, ambulatório de um Shopping, etc..), ou comprar seu próprio medidor de pressão digital. Se você mora longe de uma farmácia, a segunda opção é sua única. Existem dois tipos de medidores digitais, os de pulsos (mais baratos, menos precisos) e os de braço (mais caros, mais precisos).

O problema com os medidores digitais de pulso é que, para serem precisos, você precisa ler as instruções, não é só por no pulso e ligar. Se você não leu, ou já fez mas quer confirmar as dicas mais importantes, aqui vão:

+ SEMPRE SENTADO, sem cruzar as pernas ou os braços, o mais confortável possível. Qualquer músculo tenso aumenta a medida (isto serve para qualquer medição de pressão, não só o digital de pulso)

+ Sempre medidos no pulso, cuidado para não por sobre o osso que fica bem perto da base do polegar. O pulso deve estar na altura do coração (entre seus mamilos - se você esqueceu onde fica). O braço deve estar em repouso, então apoie o braço em qualquer lugar que deixe o pulso na medida do coração. Você pode apoiar sobre uma mesa (use livros etc.. para deixar na altura certa) ou segurar com o outro braço desde que não faça força.

Não deve ser feita a medida até 1h depois da refeição (vai dar alta pois sua pressão sobe para processar o alimento), ou 15 minutos depois de qualquer exercício (inclusive caminhada - vai dar alta pois ainda esta elevada graças ao exercício)

+ A medida ideal é logo depois de acordar, ou depois de um bom tempo calmo e sentado.

+ Aparelhos digitais erram "para mais". Se a pressão der 12/8, ótimo. Se der 16/12, não se assuste, você provavelmente fez errado. 

Mesmo tendo seu próprio medidor, visite a farmácia quando puder e peça para medir a pressão. Ter duas fontes da medida é importante para saber o que está acontecendo - e lembre-se, se chegar na farmácia correndo, vai dar alta, então nem se incomode em medir se for este o caso. Peça para medir só se achar que está "calmo e descansado".

E agora, minha pressão é alta, o que faço?

Apesar de grave, pressão alta também é de fácil controle. Geralmente o médico (cardiologista) vai receitar um medicamento diário que a mantém próxima do ideal (12/8), sendo que ele vai precisar uns meses para ajustar a dose (alguns medicamentos derrubam a pressão mais no começo, mas depois perdem um pouco de efeito / outros só tem bom efeito depois de um mês, etc...). Quando a medicação e dosagem ideais para você forem encontradas, é isso ai, você vai tomar pro resto da vida, ou até a medicina encontrar outra solução.

No entanto, lembre-se que o clima, seu nível de stress e exercícios variam a pressão, então sempre vale monitorar a pressão. Clima FRIO aumenta a pressão (no inverno, não passe frio ou sua pressão sobe mesmo com a medicação), Stress aumenta pressão (ansioso, deprimido, angustiado? se acalme, o remédio para pressão não vai dar conta), exercício você já sabe, aumenta pressão.

Minha pressão está muito alta neste exato momento, o que fazer?

As vezes você pode se ver em uma situação onde a pressão está alta, e óbvio que vale a pena tentar abaixá-la, principalmente se estiver muito alta (tipo, 20/15 e você pode ter um ataque cardíaco se ficar assim por muito tempo). Eis algumas dicas para baixar a pressão - e sim, você pode fazer todas ao mesmo tempo, só não vá abaixar demais a pressão e desmaiar!

  • Se aquecer. O corpo e os músculos aliviam quando quentes, reduzindo a pressão arterial (por isso que no verão é mais comum ver pessoas com pressão baixa desmaiando) - só não faça isto de forma abrupta, pois o corpo pode ter o efeito inverso, ficar tenso e retrair as artérias para protegê-las do calor, e subir a pressão ainda mais - de fato, tudo que você fizer para baixar a pressão deve ser feita com CALMA;
  • Uma bebida quentinha (não fervente), pela mesma razão acima;
  • Medicamentos relaxantes musculares (nada forte, claro), como Tandrilax. Ao relaxar os músculos, sobra espaço para as veias, e a pressão arterial abaixa;
  • Chocolate tem a tendência a baixar um pouco a pressão, mas demora algumas horas para fazer efeito;
  • Calmantes, principalmente se você acha que a pressão está alta porque está agitado/ansioso/com raiva. Quando você esta tenso, os músculos ficam rígidos, sobra menos espaço para as artérias, a pressão aumenta. Então, se tiver, tome um sedativo/relaxante. Sim, Rivotril (clonazepan) ou Xanax (alprazolam), assim como qualquer outro ansiolótico/calmante vai ajudara a baixar a pressão se ela é causada por stress/nervosismo
  • Uma boa noite de sono (em cama quentinha, não passe frio). Para se manter seguro, deixe o nível da cabeça mais alto que a do corpo (ou seja, use um bom travesseiro), assim a pressão na cabeça tende a ser menor que a média, reduzindo a chance de AVC;
  • OU, fique de pé, encostado numa parede. Pode não baixar tanto a pressão, mas graças a gravidade (viva ela) a maior pressão vai ficar nas pernas, reduzindo a pressão nos órgãos e, mais importante, no cérebro;
  • Cafeína ou cigarro nem pensar - sobem a pressão loucamente;
  • Tome um pouco de algum diurético natural. A maioria dos chás são diuréticos, alguns ainda por cima são calmantes, e outros até tem propriedades que reduzem diretamente a pressão. Dica: camomila. Só cuidado com chás com cafeina, senão um anula o outro para este caso.
  • Se mantenha hidratado, mas SEM exagero. TUDO que você bebe (literalmente) vai parar no seu sangue, e de lá passa pelo rim e sai. Se você se mantém hidratado, vai estimular o rim a filtrar mais sangue e, portanto, reduzir a pressão. Mas lembre-se: tudo que você bebe, vai pro sangue. Se você beber muito de uma vez só, vai aumentar a pressão (curiosidade: 6 litros de água tomadas na velocidade máxima que você consegue é fatal em 50% dos casos, em parte por isso)
  • Se a coisa está séria e nada funcionou, corre para um pronto socorro. Eles podem fazer algo desesperador, mas extremamente eficiente: uma sangria (ou por você para doar sangue). Pressão cai e fica lá em baixo por horas, as vezes dias. Claro, eles também tem medicamentos que baixam pressão mais potentes que o seu antes de tentar isto.

IMPORTANTE: este artigo é LEIGO e apesar de conter informações corretas, em hipótese alguma substitui a opinião de um médico. De fato, mesmo que eu fosse um cardiologista renomado, eu ainda iria dizer para você marcar um cardiologista o quanto antes, pois pressão alta pode ser consequência de outros problemas, e portanto as vezes tem cura. Apertado de dinheiro? faz um favor a si mesmo, pega um pouco com a família, e vá em pelo menos uma consulta.

Clique aqui para a VERSÃO ANTIGA/ORIGINAL (escrita em 2010, revisada em 2013)

 


O segredo da felicidade na internet, é não ler os comentários ... que comentários?